STF ajuda na "homossexualização" da sociedade brasileira

Provas de que nossa sociedade está se homossexualizando:

1. Ninguém pode fazer passeata na Paulista, os gays podem;
2. O judiciário legisla a despeito da constituição ;
3. O transformismo é aplaudido em programas de Tv;
4. Ser contra homossexualismo é ser doente (homofobia é considerada doença);
5. Há projetos de lei (PLC-122) que sobrepõe o direito da minoria sobre a maioria e dá status de intocável aos gays;
6. Igrejas se dizem cristãs e não só aceitam o homossexualismo como correto, como seus pastores são homossexuais;
7. Grupos de música nos quais garotos são “afrescalhados” e falam e vestem-se cheios de jeitinhos (Restart, por exemplo);

Você pode aumentar essa lista, mas meu objetivo não criar qualquer tipo de ódio ou reação violenta. Por outro lado, ficar calado, aceitando tudo como muito correto é o que não quero fazer. Nossa sociedade está aceitando aquilo que não encontra suporte em nenhum tipo de filosofia de vida, a não ser na homossexual. Cristãos, juristas, evolocionistas e outros modos de pensamento, tem em seus pressupostos motivos para não aceitar o homossexualismo como algo bom ou devido.

Os cristãos tem uma enormidade de textos bíblicos que condenam o homossexualismo. Por mais que se tente deturpar a Bíblia e apelar para a questão do amor como algo que legitima todo tipo de coisa, o fato é que ninguém que se diz verdadeiramente cristão pode dizer que ser homossexual é biblicamente aceitável. Já falei de alguns desses textos aqui no blog, por isso, por hora basta dizer que não há nada na Bíbila que torna correto o homossexualismo.

Os juristas tem por princípio que o direito da minoria não pode sobrepor-se ao da maioria. Que a constituição é a carta magna de nossos direitos e deve balizar todas as suas decisões. Que o objetivo do direito é o de preservar a vida e a convivência em sociedade. Quando aceita-se o homossexualismo da forma como tem sido, todos esses princípios são abandonados e a convivência em sociedade é posta em risco. Quando contrariamos a constituição e não obedecemos os trâmites legais para garantir os direito desta minoria, no que mais abriremos mãos dos trâmites legais?

Nos termos científicos, principalmente os que defendem a teoria da evolução, a questão da sobrevivência da espécie é muito importante. Nesse sentido, o homossexualismo é um tiro no pé, pois, este comportamento não contribui para a preservação e a diversificação da espécie humana. Ainda que se queira ligar o homossexualismo visto no ser humano ao de animais, temos de lembrar que o que é visto nos animais ou é uma relação de submissão ou é uma esperteza de algumas espécies, para fazer com que um macho gaste seu sêmen noutro, deixando mais fêmeas livres, as quais serão fecundadas pelo dito “gay”.

No ser humano, por outro lado, a questão é o desejo sexual, que é fruto da complexidade do ser humano. Para mim que sou teólogo, é fruto do fato de sermos feitos à imagem de Deus, o que nos confere uma complexidade de existência muito superior. Para os evolucionistas, por outro lado, é simples fruto da complexidade trazida pela inteligência evoluída. No entanto, essa análise não confere com princípios que apontam para preservação da espécie e para o fato de que o homossexualismo humano não possui nenhum traço herdado do homossexualismo animal.

Poderíamos ver outras áreas do pensamento humano, mas essas bastam para vermos que a homossexualização da sociedade nos faz abrir mão de princípios. Aceitar o homossexualismo como algo bom, ou correto é ir de encontro a qualquer forma de pensamento que, em princípio, não se estabeleceu com bases no homossexualismo.

Ao legislar ignorando o texto da constituição, o STF age deste modo, homossexualizando a sociedade, abrindo mão de seus fundamentos e mostrando que, para aceitarmos a prática homossexual, temos de abrir mão da lógica, dos princípios, enfim, da razão.

Ainda que eu concorde que temos de olhar com sensibilidade a situação difícil dos homossexuais discriminados e mal tratados, penso que isso não pode ser às custas da abertura de nossos sistema de pensamento, levando a sociedade a se submeter à vontade de uma minoria.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

"Alegrei-me quando me disseram: vamos à casa do Senhor" (Sl 122.1)

Qualidades essenciais do conselheiro cristão

O conceito bíblico de liberdade