Postagens

Mostrando postagens de Março, 2011

Você vive no centro ou na periferia?

Imagem
Dia desses, ouvi Ravi Zacharias dizer: “a diferença entre o cristianismo e o naturalismo é que: no cristianismo as perguntas centrais são respondidas e as periféricas não; no naturalismo as perguntas periféricas são respondidas e as centrais não.”

Tal afirmação deveria ser um conforto, contudo, como ele mesmo observou, tal fato não tem trazido tranquilidade e satisfação ao cristão. O que tem acontecido para que cristãos que possuem respostas para as perguntas mais fundamentais e importantes da vida ainda se comportem como pessoas vazias e desesperadas por algo que lhes dê esperança?

Penso que a resposta está no foco de vida desses cristãos. Ao invés de se concentrarem no que é central e importante, crentes tem buscado as questões periféricas da vida. Muitos dos que se dizem crentes estão mais interessados em como alcançar prosperidade, restituição e cobertura apostólica, do que em saber sobre sua origem e seu propósito de vida. De fato, muitos tem transformado seu propósito de v…

Ateíston, o ateu, e sua tentativa de um carnaval tranquilo

Imagem
Ateíston estava às voltas com seus pensamentos, pensando em voltar para sua ilha livre da ideia de Deus – nem tanto – e tentar novamente. Passar o Natal e ano novo trabalhando numa universidade protestante foi um tratamento de choque. Ver seus filhos perguntando sobre religião e sua esposa, Duvidosa, em dúvida sobre as teorias “atéicas”, que sempre formaram a base de sua relação, lhe conduziram ao desespero. Ainda ter de comprar presentes para os amigos-ocultos de toda a família estava lhe causando uma profunda crise ideológica.

- Finalmente! – pensou nosso ateu – chegou o carnaval e teremos uma festa pagã. Levarei meus filhos para conhecerem os prazeres da vida e mostrar que só os que tem mentes livres da ideia de Deus podem aproveitar todas essas coisas.

Ateíston conta sua ideia à Duvidosa que logo o recrimina:

- Você está louco?! Estas festas são para adultos! Não vou deixar que leve meus filhos num ambiente pesado, só para fazê-los desistir da ideia de Deus?

- Mas, meu bem…