Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2010

Criação de monstros

Imagem
O assunto da semana não foi a abertura do capital da Petrobrás. Também não foi nenhum crime hediondo. Tão pouco mais algum escândalo envolvendo o governo Lula e a candidatura de Dilma Roussef. O assunto da semana foi: Neymar. Este jovem jogador de sucesso e muito talento é o centro de uma crise que vai muito além dos certames do “Peixe”. A crise envolve toda nossa sociedade e a velha receita de como se cria um monstro.

Todo esse movimento entorno deste jovem revela a perda de nossos princípios, o que faz da diretoria do Santos é um belo exemplo de toda a nossa sociedade. Vimos um jovem envolvido em brigas, desrespeito aos adversários, aos mais velhos e aos seus superiores. Alguns defendem dizendo que não há nada de anormal em tudo isso. De fato, com sua pouca idade, ter desavenças, descontroles e dificuldade de se adequar é normal, o que não é normal e não agir diante disso. Enquanto seu técnico tentou ajudar e disciplinar Neymar, dando-lhe limites, a diretoria do Santos m…

O predestinado deve evangelizar?

Imagem
Um erro recorrente entre os que crêem na predestinação é o entendimento de que não há necessidade de evangelização. Os geralmente chamados de hipercalvinistas, acreditam que, pelo fato de Deus ter predestinados todas as coisas, não há necessidade de se evangelizar, pois os salvos irão, necessariamente, se converter. Esse é um erro que tem sua fonte na falta de entendimento do que foi predestinado e das próprias declarações bíblicas que apontam para a tarefa da evangelização por parte de todos os crentes.

Antes de tratarmos da evangelização em si, devemos rever a doutrina da predestinação. Salmo 139, Efésios 1 e Romanos 8.26-39, são textos muito úteis e devem estar na mente do leitor para a compreensão da argumentação a seguir. Em primeiro lugar, temos de entender que Deus não predestinou apenas o destino final da pessoa, mas toda a sua vida. Pensar no plano do Criador como um princípio e o fim é ignorar nossa própria existência e presença no hoje, isso é, no meio. É óbvio que não esta…

Queime o Corão! Ou não!

Imagem
A ameaça de queimar o Corão, por parte do pastor americano, Tery Jones, nos leva a um velho dilema da sociedade livre: devemos dar liberdade a quem não concede? De forma alguma apoio a atitude, mesmo que tenha ficado só na ameaça, mas não posso deixar de entender o que se passa no coração daquele povo. Estive lá em janeiro deste ano e é muito claro o significado de 11/09/2001. Todos falam de como as coisas mudaram. Como a segurança se tornou uma obsessão para todos. Polícia a cada quarteirão, de carro ou à pé; polícia disfarçada de mendigo, catadores de lixo, taxistas e tantas outras formas. Um enorme esforço em aeroportos e consulados, visando evitar a entrada de terroristas. Nós, brasileiros, nem imaginamos o que é viver com a lembrança de milhares de mortos chovendo do céu da maior cidade norte americana e ter outras centenas espalhadas pelo país. O trauma causado por extremistas islâmicos é algo vivo na mente dos norte americanos. Apesar disso, eles nunca reclamaram – pelo menos não…