Criados para o Criador

Como escrevi na última postagem, vamos tratar sobre as implicações epistemológica para a teotelologia do universo. De fato, o que iremos trabalhar é quais são as consequências para nosso entendimento do propósito da criação, diante do fato de que tudo é criado. Além de entendermos que Deus estabeleceu cada aspecto da existência de tudo o que há, temos como consequência que tudo que foi criado o foi para satisfazer seu criador.

O que tem de ficar claro é que o Senhor criou para si. Não podemos pensar que alguém se dedicaria tanto no estabelecimento de um plano e na execução de tudo que está ligado a ele, se não fosse para sua satisfação. Diferentemente do que muitos podem pensar, entender que estamos num mundo criado é entender que este mundo, totalmente estabelecido e controlado por aquele que o criou – justamente por isso é que ele o controla – é entender que tudo isso é voltado para seu criador.

Unindo as duas idéias, podemos ver que, ao estabelecer cada ser que há na criação, incluindo suas capacidades, formas, características, enfim, cada coisa, ele fez tudo isso para sua satisfação. Isso significa dizer que nossa vontade, desejo, emoções, raciocínio, habilidades, ou seja, tudo o que somos, é para a satisfação do Criador.

Pensar que essas coisas acontecem de modo adverso à vontade desse Criador, é pensar que, em algum momento e aspecto, esse Criador de todas as coisas perdeu sua soberania. Tal pensamento parece abrir terreno para inocentar a Deus do pecado do homem, mas, de fato, torna Deus impotente diante da vontade de sua criatura. Diante disso, iremos ver de que modo relaciona-se a vontade do homem, a vontade de Deus, o pecado e a responsabilidade humana.

Comentários

  1. Graça e paz!
    “Andando” por aí cheguei até o seu Blog e quero te parabenizar pela bênção que pude ver aqui.
    Já estou te seguindo e será uma honra te receber no pastoragente.blogspot.com.
    Se quiser segui-lo vai ser uma alegria pra mim.
    No blog conto da forma mais realista e divertida possível as realidades, dúvidas e experiências de uma simples pastora como eu.
    Fique na paz. Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Cara irmã, graça e paz!

    Fico muito contente que meu blog tenha sido uma bênção para você. Obrigado por me prestigiar seguindo-me e já vou dar uma boa olhada em seu blog, para também ver o que Deus tem feito através de você.

    Grande abraço e bênçãos.

    ResponderExcluir
  3. Graça e Paz Ricardo!

    Vim conhecer seu espaço digital. Bom posts! A internet é um espaço precioso onde podemos falar de Jesus e discutir diferentes pontos de vista!

    Aproveitando, faço uma apresentação do meu blog:

    Genizah é um blog cristão diferente. Hilário e divertido, mas que não dispensa a seriedade na defesa do Evangelho. Uma mistura bem balanceada de humor, denuncia e artigos devocionais. No Genizah, você fica sabendo da última novidade do absurdário "gospel", mas também não falta material para inspiração e ótimas mensagens dos melhores pregadores. Genizah é um blog não denominacional apologético, com um time é formado por escritores, pastores, humoristas e chargistas cristãos.

    Aguardo sua visita. Vamos nos seguir!

    Abraços em Cristo e Paz!

    Danilo

    http://www.genizahvirtual.com/

    ResponderExcluir
  4. Irmão Danilo,

    grande prazer receber sua visita. Gostei mesmo de seu blog. Acompanharei os posts com muito prazer e com tempo...rsrs.

    Grande abraço,

    Ricardo.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

"Alegrei-me quando me disseram: vamos à casa do Senhor" (Sl 122.1)

O conceito bíblico de liberdade

Qualidades essenciais do conselheiro cristão